segunda-feira, 15 de abril de 2013

A patética autosegregação evangélica alcançou os sexshops

Tempos atrás falei sobre como que a patética autosegregação evangélica tinha chegado a moda (clique para ler). Imaginando ser o ápice, eis que me deparo com o "sexshop gospel".

O dono do empreendimento é o evangélico Maicon Santos. Ele conta que o diferencial da sua empreitada está na venda de produtos para casais e produtos sensuais ‘leves’. “Não temos artigos sadomasoquistas, anais, nem homossexuais. O site já está no ar há um ano e vende bem”, anuncia Maicon, que, apesar de evangélico, não frequenta a igreja (evangélico não praticante?). Entre os produtos mais vendidos no site estão vibradores, massageadores, bolinhas excitantes, fantasias e lubrificantes. Sobre as críticas, ele rebate: “São naturais do homem, até Cristo foi criticado.”

Fonte: O Dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será moderado. Para garantir aprovação, por favor:

- Seja educado.

- Tenha conteúdo.

- Não utilize CAIXA ALTA, pois prejudica a leitura de seu comentário.

- Comentários com proselitismo religioso NÃO serão aceitos. Para isso existem as igrejas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...