sexta-feira, 22 de março de 2013

Para prender bandido que é bom...

No último dia 17 de março, Caroline Salomão estava levando a irmã até a estação do metrô José Cândido em Belo Horizonte. Ela estava acompanhada da mãe, Mardelle Souza Cruz Salomão, de 55 anos. De acordo com Caroline, por falta de sinalização, ela teria entrado com o veículo em uma via proibida. 

Caroline afirma que naquele momento foi abordada por um militar, identificado como cabo Divino Nascimento. Ainda de acordo com Caroline, ela passou a sofrer abusos por parte do policial. 

Não estou discutindo a ação da moça. É claro que ela estava errada ao trafegar em um local proibido e o policial tinha todo o direito de abordá-la por isso. Tampouco vou entrar no mérito do abuso. Isso é algo que precisa ser investigado pela Corregedoria e no vídeo que assisiti não fica caracterizado.

Mas o que mais me chamou a atenção foi a necessidade da presença de tantas viaturas para um ocorrência dessas. Dez foram deslocadas até o local. Isso mesmo, eu disse dez. O mais engraçado é que quando um cidadão em situação de emergência chama a polícia, o atendimento é extremamente demorado e quase sempre a desculpa dada é o baixo efetivo. 

Agora entendemos porque. Se para prender duas mulheres, que erraram, mas nem de longe são criminosas, precisa-se de dez viaturas, é claro que para prender bandido não sobra. 

Confesso que estou estupefato. Só faltou o GATE (esquadrão de elite da Polícia Militar de Minas Gerais) no local. 

Como são cidadãs de bem, que cometeram um deslize, aparecem dez viaturas. Queria ver se fosse para prender bandido de verdade.


Com informações de Hoje em Dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será moderado. Para garantir aprovação, por favor:

- Seja educado.

- Tenha conteúdo.

- Não utilize CAIXA ALTA, pois prejudica a leitura de seu comentário.

- Comentários com proselitismo religioso NÃO serão aceitos. Para isso existem as igrejas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...