terça-feira, 4 de setembro de 2012

Os truques que ninguém percebe quando vai ao supermercado

A faculdade de Marketing ensina, e até hoje não encontrei uma pessoa que não achasse interessante o fato da padaria estar sempre no fundo do supermercado. "Putz, é verdade, nunca tinha me tocado disso!" - é o que sempre dizem. E o motivo é bem simples: se você só quer comprar um pãozinho, por que não obrigá-lo percorrer mais corredores para se lembrar também do pó de café?
 
O layout de um supermercado vai muito além de organizar as coisas com bom senso, ou seja, não colocar a água sanitária do lado do presunto. Hoje em dia a disposição dos produtos é mais que uma ferramenta de venda, virou uma estratégia importante de comunicação. O objetivo é maximizar o impulso de compra das pessoas, ou você acha mesmo que aquelas porcarias que ficam ao lado da fila do caixa estão ali por acaso? Que atire a primeira pedra quem nunca pescou um bombom enquanto esperava na fila.
 
O som também tem um papel fundamental, reparem que o música é sempre mais lenta quando o mercado está vazio, e o oposto quando está cheio. É bastante óbvio, mas quase ninguém percebe. Quanto mais tempo o consumidor passear pelas prateleiras, maiores as chances de lembrá-lo do que está faltando em casa (ou até do que não está faltando). Em contrapartida, com o mercado cheio a música te diz: "bora logo com isso meu filho!" Mas isso é muito subjetivo, é claro que se você estiver com pressa não tem Johann Sebastian Bach que diminua o seu passo.
 
E foi pensando nisso tudo que a revista Galileu produziu este vídeo contando alguns desses "truques" presentes em qualquer supermercado. A compra casada, produtos certos na altura dos olhos das crianças, enfim, tá tudo pincelado aí.
 
 
Originalmente postado no blog Louco, não. Publicitário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será moderado. Para garantir aprovação, por favor:

- Seja educado.

- Tenha conteúdo.

- Não utilize CAIXA ALTA, pois prejudica a leitura de seu comentário.

- Comentários com proselitismo religioso NÃO serão aceitos. Para isso existem as igrejas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...